NoiseAtWork & MapAtWork

ESTADO DA TÉCNICA NA GESTÃO DOS DEMONSTRATIVOS AMBIENTAIS


"Competência em Saúde e Segurança do Trabalho e Sócial"
 
 

VOCÊ ESTÁ ANTENADO AS NOVAS TENDÊNCIAS NA ÁREA OCUPACIONAL?

Adquira também nossos App(s) mHsec, inovação na área de Saúde e Segurança do Trabalho: (clique aqui).


Então, destacamos neste site ferramentas indispensáveis para atender a necessidade de demonstrativos ambientais com apresentação dos resultados na forma de mapeamento e modelagem, de forma simples e clara. Imagina ter toda a fábrica ou unidade mapeada! Uma premissa seja para a elaboração do PPRA, como medida de controle coletiva, um mapa de risco quantitativo (nova tendência) ou uma forma clara de apresentar os resultados de medição e realizar a gestão ocupacional, possibilitando atuar onde se mais precisa. Também comprovar que não houveram alterações das grandezas ambientais durante os anos ou que a empresa atuou em medidas mitigadoras onde era necessário, uma premissa da SST e do legislado, preservando a saúde e a segurança dos colaboradores e evitando problemas trabalhistas ou previdenciários.


E em relação as questões ergonômicas e de qualidade do ar dos ambientes internos? Essas ferramentas atendem perfeitamente a NR-17 e mais, a área de condicionamento de ar, contemplando com diferentes paletes de cores normas ocupacionais, ambientais ou de certificações verdes (Green Building) como LEED, CASBEE, BREAM ou AQUA.

MAPEAMENTO ACÚSTICO E MAPEAMENTO INDUSTRIAL: Destacamos as novas ferramentas que tratam do estado da técnica para com os demonstrativos ambientais. São ferramentas imprescindíveis muito utilizadas na Europa para compor as avaliações ambientais internas e externas as organizações e empresas. Segue as novas tendências de apresentação dos resultados visando à preservação da saúde e a integridade dos trabalhadores através da antecipação, reconhecimento, avaliação e consequente controle da ocorrência de riscos ocupacionais existentes; somado a predição, que venham a existir no ambiente de trabalho. Como o advento do eSocial tais ferramentas se tornam ainda mais importantes.


Sabe-se que grande parte dos PPRA(s) são incompletos e não possuem o mais importante: laudos técnicos ambientais confiáveis, modelos de visualização e gestão dos demonstrativos ambientais. Os planos de ações do PPRA devem ser desenvolvidas no âmbito de cada estabelecimento, sob a responsabilidade do empregador, com a participação dos trabalhadores e sindicatos. Sendo sua abrangência e profundidade dependente das fases de desenvolvimento do programa como, por exemplo: a identificação e o reconhecimento dos riscos onde o NAW e o MAW podem ser aplicados para a visualização das situações críticas, portanto, como auxílio as APR(s) - Análise Preliminar de Risco.

O fato é que o Programa de Prevenção de Riscos Ambientais devem incluir as seguintes etapas: a) antecipação e reconhecimentos dos riscos; b) estabelecimento de prioridades, metodologias e metas de avaliação e controle; c) avaliação dos riscos e a exposição dos trabalhadores; d) implantação de medidas de controle e avaliação de sua eficácia; e) monitoramento da exposição aos riscos; f) apresentação clara do programa com as áreas e atividades de risco, o registro adequado e a divulgação dos dados para que todos entendam. Assim como o mapa de risco é um documento de fácil visualização qualitativo da fase de reconhecimento o NoiseAtWork e o MapAtWork passam a ser um mapa de risco quantitativo, uma fotografia em cores da realidade o que inova o PPRA e as demandas de SSTMA. Com a metodologia do mapeamento quantitativo industrial e ambiental fica simples atender as demandas ambientais dos colaboradores terceirizados cuja empresa contratante é solidária.

Destacamos que somente quando não forem identificados riscos ambientais nas fases de antecipação ou reconhecimento aplica-se apenas as fases "a" e "f", caso contrário haverá o erro no "documento base" compactuado pelos prepostos e perpetuados por algumas empresas executoras. Os mapeamentos com o NAW e o MAW corroboram com estas questões, isto é, comprovam de forma contundente a ausência de riscos ambientais. Uma demanda do eSocial.

Então, o NoiseAtWork e o MapAtWork complementam e integram a gestão dos demonstrativos ocupacionais de forma direta, simples e eficiente, inclusive o NoiseAtWork Tipo B ou D podem ser aplicados como um EPC (que chamamos de MODAO - modelagem acústica ocupacional), assim como o MapAtWork V.1.1 atende os outros agentes de risco da NR-15 e de conforto da NR-17 anexo 1 e 2.

Tanto normas trabalhistas como as de certificação sustentável como LEED, BREAM, AQUA, CASBEE, fazem referências as condições ambientais com a exigência de apresentação em mapas de cores as medições de: Temperatura Efetiva, Umidade, Velocidade do Ar, com técnicas de monitoramento e processos de análise contemplados pela NBR-10152, ISO 7730, ISO 7726 e ASHRAE 55.

 
 

Normas trabalhistas como as de certificação sustentável como LEED, BREAM, AQUA, CASBEE, fazem referências as condições ambientais com a exigência de apresentação em mapas de cores as medições de: Temperatura Efetiva, Umidade, Velocidade do Ar, com técnicas de monitoramento e processos de análise contemplados pela NBR-10152, ISO 7730, ISO 7726 e ASHRAE 55. Veja também outros softwares e sistemas (clique aqui).

Novo link da página na Holanda com todas as atualizações:

Faça o download do NoiseAtWork e do MapAtwork: download aqui.

Faça o download do "Mapcompanion app gratis" no android. Basta no seu celular ou tablet acionar o Google Play ou adicionar app, procurar por Mapcompanion softnoise e instalar, veja aqui.

Destaque dos melhores equipamentos de medição que destacamos para vocês (clique aqui).


Entre em contato com o representante no Brasil e cadastre-se:

 
 
 
 


Faça o download clicando nas imagens abaixo e entre em contato com a 3RBrasil. Não perca essa importante ferramenta que veio atender a demanda de demonstrativos ambientais e de estudos dos agentes de risco desenvolvido pela:

DGMR Softwares